jump to navigation

Doação de Órgãos

Muitas vidas podem ganhar um novo sentido se puderem ser beneficiadas pela doação de órgão.

O beneficiado por uma doação pode alcançar a cura de órgãos que apresentam algum tipo de insuficiência e incapacidade através do transplante dos mesmos.

Doar é um ato de amor.

Quem pode ser doador após a morte?

R – Qualquer cidadão que tenha comunicado à família, mesmo que apenas verbalmente, o desejo da doação. Caberá à mesma a realização deste desejo, providenciando autorização, por escrito, para doação.

Quais órgãos e tecidos podem ser obtidos de um doador vivo?

– RIM: doa-se um dos rins. É a doação mais freqüente intervivos;

– MEDULA ÓSSEA: pode ser obtida por meio da aspiração óssea direta ou pela coleta de sangue periférico;

– FÍGADO: parte do fígado pode ser doada;

– PULMÃO: parte do pulmão (em situações excepcionais);

– PÂNCREAS: parte do pâncreas (em situações excepcionais)

Quem pode ser doador em Vida?

O doador vivo é um cidadão juridicamente capaz, que nos termos da lei, possa doar órgão ou tecido sem comprometimento de sua saúde e aptidões vitais. Deve ter condições adequadas de saúde e ser avaliado por médico para realização de exames que afastem doenças as quais possam comprometer sua saúde, durante ou após doação.

Pela lei, parentes até quarto grau e cônjuges podem ser doadores; não parentes, somente com autorização judicial. 

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: